As palavras do editor


Olá, caros!

Trago boas e novas: Perdemos um membro, mas ganhamos outro! E assim, com novas pessoas, estamos mais entusiasmados que nunca para retomar o blog que felizmente já foi de grande utilidade para muitos garimpeiros de LPs. E vamos logo ao que interessa: O novo membro já traz um post a respeito do Museu do Vinil, loja referência em São Paulo.

Um bom 2011 para todos, recheado de bolachões!

Eduardo

Olá, meus caros!

Longplay Brasil estará de férias até o início de março! Desculpem a ausência de novos posts.

Pra compensar um pouquinho a falta que lhes proporcionaremos, deixo aqui duas novas feiras imperdíveis que acontecerão nesse meio tempo.

Um grande abraço!

——-

Em Florianópolis:

6 de Fevereiro de 2010 ” TALIESYN ROCK BAR” HORÁRIO: 9:00hs – 18:00hs Local: Rua Fernando Machado,36 – Centro Florianópolis – SC. Informações:( 48 ) 32 22 11 34 À tarde lá pelas 16:00hs ” MIDIA PRETA REUNION ” – Rock, Soul, Funk and Rare Grooves.

Por Marcello Teive

Em São Paulo:

Equipe de som Balanço do Bom
Black Music
Formada recentemente em 2009, a equipe de som “Balanço do Bom” é a fusão de 3 amigos fanáticos por vinis.
Após anos colecionando discos, veio a idéia de fazer uma festa para tocarem os discos em um local diferente da vitrola de casa.
A música varia entre os 3 principais estilos de Black Music: soul, funk e rap, onde as décadas de 60, 70 e 80 se destacam muito.
O set será muito variado, desde pérolas do obscuro a clássicos conhecidos por todos.
Enfim, será muito balanço do bom!!!
A festa acontecerá no CCPC dia 28 de Janeiro.
O projeto não acabará por aqui, em 2010 rolam outras festas e vamo que vamo!!!

Centro Cultural Popular Consolação
Rua da Consolação, 1897
Consolação
2592-3317
http://www.ccpc.org.br

Por Carlos Suarez

Welcome back, my friends,

É com grande satisfação que hoje trazemos mais um evento na nossa capital paulista. E, devo dizer que, pelas pessoas que estão por trás desse encontro, provavelmente será um dos melhores do ano.

Big Papa Records e Astronete Bar se juntam para apresentar a primeira edição do Super Bazar de Discos em São Paulo. Só pelo trabalho artístico do flyer, você pode ter idéia de como será um ambiente descolado e agradável. Para quem conhece o trabalho do Big Papa no ramo de LPs sabe que esse evento será imperdível.

 

Como o flyer mostra, o encontro contará com vários expositores de LPs, compactos, CDs, enfim, vintage culture em geral. Além disso, promete a presença de DJs do Baile Veneno e de colecionadores notórios por lá.

Ah, e não poderia deixar de comentar um dos itens talvez mais aguardados: Promoção de cervejas! Quando essa palavra está no plural, é porque a coisa promete.

Para lojistas, expositores e colecionadores que desejam vender discos no dia, as inscrições ainda estão abertas. Para isso, procurem a Big Papa Records no seu endereço, por telefone ou por e-mail. Todos esses dados estão no flyer.

O Super Bazar de Discos em São Paulo ocorrerá no dia 13 de dezembro, a partir do meio-dia, no Astronete Bar, na Rua Matias Aires, 183, na Consolação. É pra agitar o domingo! Não perca!

Yippie kay-yay,

Continuando a promoção de eventos pelo Brasil afora, eis que chega um nas belas terras mineiras. A Feira do Vinil e CDs Independentes promovida pela Discoteca Pública(que, por sinal, falaremos melhor em um post no futuro breve) segue para a sua décima segunda edição na cidade de Belo Horizonte. Para os que ainda não conhecem a empreitada, vale a pena conferir e apreciar uma das poucas oportunidades desse gênero que acontecem na região. Para os que já conhecem a feira, fiquem atentos, pois o endereço mudou.

A 12ª Feira do Vinil e CDs Independentes acontecerá no Centro Cultural Padre Eustáquio, nos dias 5 e 6 de dezembro de 2009, entre as 10 e 19 horas. O CCPE fica na Rua Jacutinga, n° 821, no bairro Padre Eustáquio. A entrada é gratuita, e o evento contará com colecionadores e lojas especializadas de Belo Horizonte, além da tradicional cerveja gelada.

E essa edição da feira acontece com um twist: Simultaneamente, estará ocorrendo um evento da C.C.P.E. Portanto, além do glorioso comércio de LPs, haverá shows, oficinas e cursos para os interessados.

Olá, colegas!

Sei que pode parecer piada esse post passados tantos dias da feira. No entanto, como já salientou meu amigo de São Paulo no último post, estivemos bastante ocupados para postar especialmente nesses últimos dias.

A 17ª Feira da Música em Curitiba aconteceu no 12 de Outubro, no Hotel Granville, no Centro, organizada pela loja Vinyl Club, e era destinada ao comércio de LPs, CDs, Vídeos e Gibis.

Comecemos pelos pontos fortes: presença de mais de trinta expositores, que incluem lojas do brasil inteiro e também colecionadores com seus acervos pessoais. A origem dos expositores era bem diversificada, mas a maioria vinha de São Paulo, Curitiba e Santa Catarina.

De São Paulo, podemos destacar a presença da Relics Discos, Museu do CD, Big Papa Records e Baú das Artes. Da cidade-sede, Sebo dos Andarilhos, Trovatore (juntamente com o Sebo Fígaro) e o vendedor Benedito Cesar (frequente vendedor da feira do Largo da Ordem) marcaram presença também com boas pilhas de bolachões. Sebos próximos, como o Old Fashion Discos, aproveitaram a onda e abriram também no dia do evento.

O que mais me chamou atenção, no entanto, não foram os discos expostos: a chuva chatinha que castigou os curitibanos durante todo o dia não foi capaz de resfriar os ânimos dos verdadeiros fãs, que compraram raridades, aproveitaram para tomar umas cervejas no boteco em frente ao hotel e  bater um papo.

Porém, como sempre, nem tudo foram flores, paz e amor.

Conversando com  os vendedores, ouvi reclamações de que a feira tinha sido mal organizada, no sentido de que a divulgação foi parca e insuficiente. Muitos trouxeram na bagagem discos raros de jazz, soul, blues, rock antigo e se decepcionaram com o perfil da grande maioria dos clientes: metaleiros procurando os mesmos medalhões de sempre. Parece a mim que o grande objetivo para a próxima feira em nossa amada cidade é combater esse “quê” de evento underground: mais clientes significa mais vendedores, e assim, mais raridades em nossas sacolinhas.

Fotos do Evento (clique para ampliar):


Queridos amigos,

Gostaria, primeiramente, de agradecer a todo o apoio e preferência que temos obtido de vocês, visitantes. Chegamos há dois dias na marca de 1000 visitas, e tal feito não poderia passar em branco. Uma estatística como o número de visitas não é pra alimentar o ego da equipe – não no nosso caso. Ficamos extremamente felizes pois é um indicador que o nosso trabalho está dando certo e, consequentemente, estamos ajudando as pessoas a cultivarem esse maravilhoso gosto de ouvir os longplays.

Mas esse não é um post apenas de agradecimentos. São palavras de promessa. Nomearei algumas das coisas que devem pintar no nosso blog nos próximos tempos:

Novos colaboradores em Porto Alegre, Brasília e Belo Horizonte.
Cobertura de eventos(A começar pela Feira da Música em Curitiba, do dia 12/10).
– Muito mais do Rio de Janeiro e de São Paulo.
– Um pouco mais de Curitiba(Será possível??).
Entrevistas com personalidades da cultura e comércio dos discos.
– Possível participação de um membro da equipe em uma matéria sobre discos de um programa de televisão.

Além disso, gostariamos, nesse post, de pedir desculpas. Andamos muito ocupados e, assim, está sendo difícil manter uma regularidade de posts; Ora fazemos 3 matérias em 2 dias, ora ficamos 1 semana sem escrever. Esperamos que entendam. Só pedimos que aguardem tudo que ainda vem pela frente.

Qualquer dúvida, crítica, elogio ou sugestão, por favor envie-nos um e-mail: longplaybrasil@gmail.com.
AH! E se quiserem colaborar para o nosso site, nossa equipe está totalmente aberta.

Grande abraço,

Equipe longplaybrasil

Promovida mensalmente desde 2004, a Feira Livre do Vinil em Santo André traz o que todo tarado por bolachões como nós gostaríamos de encontrar pelo Brasil inteiro. Sucesso absoluto, traz dezenas de expositores da região e de outros estados, e claro, milhares de discos para serem namorados, negociados, barateados… Todos os meses, visitantes de todo o país prestigiam esse paraíso de raridades, preciosidades para todos os bolsos. Qualquer chance de manter vivo esse enorme apetite que ainda hoje alimenta os espíritos colecionadores nessa cidade paulista não pode ser desprezada. Não perca!

Cartaz A3 46 Feira

Próxima Página »